Projecto Europeu – LearnIT

centro de formação profissional da industria metalúrgica e metalomecânica – CENFIM encerrou mais um projeto Europeu, no qual esteve envolvido nos últimos dois anos, enquanto coordenador.

O Projecto LearnIT (Learning tools and routes for individual training) foi co-financiado pela iniciativa comunitária Erasmus+ e contou com o apoio de uma parceria composta pela Finlância, Alemanha e Espanha.Trata-se de um projeto pedagógico inovador concebido de acordo com um novo paradigma de formação educacional, que começa por atender de forma cada vez m

ais personalizada às expectativas de qualificação dos Indivíduos e das Empresas. Este modelo prioriza a disponibilidade pessoal e os objetivos de aprendizagem dos estudantes, não descurando os óbvios constrangimentos de natureza pedagógica, logística e financeira que se colocam quando delineamos um modelo baseado na formação individual.Para alcançar uma resposta mais adequada, mesmo em ambientes de formação mais tradicionais, a parceria selecionou, para este projecto, um complexo contexto de formação em oficina, com actividades práticas, onde os níveis de aprendizagem serão mais diversificados, com a formação a ocorrer em simultâneo, tornando-o um exercício mais exigente, mas também mais rentável. O Controlo Numérico de Computador, na área de metalomecânica, é definitivamente um domínio de formação onde a modularização e a consequente individualização da aprendizagem tem um grande significado, considerando as premissas anteriores.

O projecto pretende reconstruir o ambiente de formação com layouts inovadores, readaptar os recursos didácticos e criar dispositivos de navegação ao longo dos percursos de aprendizagem para que os formandos possam usufruir de uma aprendizagem mais autónoma, desenvolver também ferramentas para registar e monitorizar o progresso (individual) dos formandos em diferentes estágios de formação, preparar os formadores para as novas posturas exigidas neste ambiente de multi-aprendizagem, solicitando atitudes bastante diferentes e exigentes das abordagens pedagógicas tradicionais.

O novo paradigma de aprendizagem recria todos os principais fatores de ensino de forma inovadora através de:

  • Recursos didácticos e de avaliação convencionais e não-convencionais e funcionalidades para suportar uma aprendizagem mais autónoma
  • Plataforma de E-Learning, conteúdos e outros recursos educacionais abertos para desenvolver / adaptar ao ensino presencial funcionalidades já presentes no ensino à distância, e outros tipos de instrumentos num contexto de múltiplos trajectos de aprendizagem.
  • Ferramentas e instrumentos TIC específicos para a gestão dos formandos e do espaço de ensino num contexto oficinal de formação, múltiplo e complexo.
  • Um guião para professores e formadores – novas atitudes/comportamentos pedagógicos e habilitações em ambientes de formação complexos. O tutor deverá desempenhar diversas tarefas, nomeadamente a instrutor, facilitador, tutor, e-formador, formador, deixando de ter um papel menos centrado no processo de formação;
  • Redesenho de layouts oficinais – Recomendações para a reconstrução de um novo modelo de layout, incluindo a sua disposição e organização dos seus itens físicos e tecnológicos. Este modelo deverá incorporar conceitos como “ilhas de aprendizagem”, “quiosques”, etc – como hub’s dos recursos didácticos necessários para uma determinada fase de aprendizagem – integrando-os através de mapas e sinaléticas para facilitar a navegação dos formandos.

Other sources: